Coronavírus: Pesquisa do IFSul segue junto à comunidade acadêmica para identificar grupos de risco

postado em: Sem categoria | 0

Objetivo da pesquisa é subsidiar a instituição na definição de protocolos de proteção para o futuro

A fim de conhecer melhor a realidade da comunidade acadêmica e traçar protocolos de proteção mais efetivos no combate à propagação do Coronavírus, o IFSul iniciou a realização de pesquisas para identificar grupos de risco. A aplicação dos questionários possibilitará realizar uma estimativa do quantitativo de servidores, estagiários, profissionais terceirizados e estudantes que pertencem a algum grupo de risco da Covid-19 ou que convivem com pessoas pertencentes a esses grupos.

Os resultados obtidos nas pesquisas servirão de base para a definição das estratégias de prevenção do contágio quando as atividades presenciais forem retomadas na instituição (atualmente, a suspensão das atividades presenciais está prevista até o dia 3 de junho, podendo ser prorrogada, conforme avaliação do avanço da pandemia). Sem data para finalização da pesquisa, os questionários ficarão disponíveis para a comunidade, e, a cada 15 dias, a instituição fará uma totalização das participações para acompanhar os resultados.

A proposta surgiu no câmpus Pelotas-Visconde da Graça, tendo sido elaborada e aplicada inicialmente por esta unidade. Posteriormente, a ideia foi levada ao Colégio de Dirigentes do IFSul, que decidiu estender o levantamento a toda a instituição. De acordo com o reitor Flávio Nunes, a iniciativa permitirá ter “um mapa da realidade das pessoas com as quais precisamos tomar ainda mais cuidado e que estão mais suscetíveis ao contágio”.

Fonte: IFSul

Deixe uma resposta